Andando sem olhar pra frente

by Fernando Motta

supported by
/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
04:38
2.
02:53
3.
4.
04:29
5.
02:15
6.
7.
8.
05:20
9.
01:41
10.
03:53

about

Link alternativo pra download gratuito: tinyurl.com/hebf67t

Esse disco leva meu nome, mas não existiria sem a ajuda dos meus amigos João Carvalho, Jonathan Tadeu e André Garcia.

'Andando sem olhar pra frente' é dedicado a Guilherme Machado e Silva, Damy Coelho, Isabela Sallum, Young Lights e Geração Perdida de Minas Gerais.

credits

released June 13, 2016

Produzido e mixado por João Carvalho (El Toro Fuerte e Sentidor).

Vozes, letras e guitarras por Fernando Motta - exceto segunda guitarra em "Céu", "Serenata", "Erro Coerente" e "Silêncio", por João Carvalho.
Baixos por João Carvalho.
Baterias por André Garcia.

Baterias gravadas no estúdio caseiro de Fernando Bones.
Guitarras gravadas no estúdio caseiro de Diego Soares Arcanjo.
Todos os outros instrumentos gravados no estúdio caseiro de João Carvalho.

Arte da capa por Zûk Chagas.

tags

license

all rights reserved

about

Fernando Motta Belo Horizonte, Brazil

contact / help

Contact Fernando Motta

Streaming and
Download help

Track Name: Céu
Eu pago o preço por mais uma vez não te escutar
Eu não consigo
Desprezo meu

Eu sei que meu vício sempre foi de te amparar
No meu abismo
Delírio meu

Eu detesto
Eu detesto ver você nesse lugar
Céu
Track Name: Videokê
Quando eu era menino, eu sonhei
Que cantava o hino na TV
Pra um bando de granfinos tão blasé
E eu nem sabia letra e nem por quê

Acordo

Só queria ter trazido o microfone
Pra guardar no armário com meu nome
O escapulário pendurado na porta de madeira
Divide a minha atenção entre o cabelo e a mamadeira

Pouco depois, nós tivemos um videokê

Eu lembro do meu pai tomando vitamina
Dizendo que gostava da estrofe que termina
Com som nasal em "Yesterday"
Track Name: Macaulay Culkin
Fingir que não
Conheci todos vocês não faz sentido
No fundo eu tenho é gratidão

Já temi a rejeição
Mas eu prefiro a contramão
Graças ao que vocês são

Pra se promover
Parecia que nada disso vinha de você
Mas eu sei que você se odeia
E mentir nunca pode ser um meio de se afirmar
E eu nem sei quem finge mais
Se é você ou os que aguentam seus jograis
Por favor, desista

Enquanto você conquista as atenções
Eu confirmo todas essas pretensões
Eu prefiro não ter graça
Foda-se o que você acha dos meus dons
Track Name: Com o Tempo
Tempestade
Pra não me deixar sair
Pra me prender
Nos filmes de sempre
E me ver
Como eles
Em qualquer fragmento

E o que os mandam dizer
Pra enfeitar o sofrimento
Como eu não vou

Quando eles
Não estão mais aqui
São como muitos
Dos que eu conheci
E só vivem
No meu pensamento

Estão presos em ser
Só eles mesmos
Quem eu não sou

Mesmo sem chuva pode relampejar
Como a presença por ser falta
Vencem o tempo
Não mudam nada
Mas o lampejo nunca mais volta
Track Name: Sexto Sentido
Pobre coração
Tácito e sem paz
Virgem de perdão
Sofre por bater
Demais

Eu não fui tão cordial
Eu vacilei
Você também
Esse não foi o tom
Que eu falei
Desculpa

Entre os vidros e cristais
Seu pródigo sorriso trai
Mas nosso lugar não é
Nobre como você quer

E os estilhaços continuam em seus pés
Em todos esses anos eu ouvi você tão certa
Tão certa e é injusto ninguém perceber

Que você nunca esteve entre os reles mortais
Que se enganam
Que distorcem tudo
Seus sentidos são distintos
Vão além dos cinco
E além de tudo
Ouve tudo
Ouve vozes
Track Name: Erro Coerente
Deixou não se afrontar
Deixou ser normal
Pensou estar mais perto
E tenta alcançar
Mas essa luta é infinita
Rende a quem só vai se cegar
Não entende
Que o tempo nem sempre ajuda

Contenta em esperar
Consente a dor
Sabe do seu erro de cor
O pior é lidar com a ausência
Se é por dó
Não vê diferença

Dançou
Tentou não olhar
Fingiu ser normal
Pensou estar mais perto
De se controlar
Até sonhou que não se ofendia
E só quis voltar pro seu lugar
Mas foi tão longe
E distância nem sempre ajuda

Contenta em esperar
Consente a dor
Sabe do seu erro de cor
O pior é lidar com a ausência
Se é por dó
Não vê diferença
Track Name: Silêncio
Em silêncio foi
Se escondendo enquanto
Se entregava ao desencanto

É estupido entretanto
Foi tão fácil continuar
Viver sem enfrentar

O tempo inverte
A sorte breve
Que juntou

E alguém vai se calar
Se só o outro espera o desejo que acabou

E se eu tiver que me deixar mudo?
E se eu sempre te enxergar em tudo?
Track Name: Paris, Texas
Em tese
Nem deveria vir
Em tese
Só quis saber se está de pé

Você nem sabe quem eu sou
E eu sei que eu não sou nada
Ninguém tem que se completar
E eu sou a peça errada

Vira, inverte a tese
Espera o álcool subir
Fale então se ainda quer
Eu prefiro ficar
Na conversa
"Paris, Texas"
Nessa farsa
Da desgraça